LINKS
ABOUT

contato@spacehunters.com.br

cel: +55 51 99963 1121

phone: +55 51 3392 0095

Av. Carlos Gomes 1200/ 601

 Três Figueiras, Porto Alegre, BR

SOCIAL
  • Facebook - White Circle
  • LinkedIn - White Circle

© 2017 by Space Hunters.

6 dicas para encontrar o melhor lugar para seu negócio

A localização de um empreendimento é uma das decisões que mais causam dores de cabeça a qualquer empreendedor. Principalmente em uma época em que estamos sando de uma crise econômica e não temos espaços para erros. Um pequeno erro agora pode custar muito caro.


Mas, justamente por estes receios, atualmente vemos um número cada vez mais crescente de empreendedores e executivos recorrendo a termos mais científicos e menos holísticos para posicionar seus empreendimentos. A consequência disso é uma busca 150% maior de serviços de consultoria em análise espacial no início de 2017 em comparação com o mesmo período de 2016 na Space Hunters.

 

Quando falamos de localização de um novo empreendimento, existem inúmeros critérios a serem considerados. Dependendo de cada tipo de empreendimento, encontraremos necessidades e demandas específicas, o que torna ferramentas padrões de geomarketing muitas vezes insuficientes para auxiliar os gestores, tornando a escolha do ponto demorada e estressante. Uma loja monomarca que se baseia em shoppings tem condicionantes locacionais totalmente distintos de uma rede de hamburgueria que foca na tele-entrega, ou de uma empresa que baseia suas vendas majoritariamente em compras de impulso e visa ruas movimentadas. Cada realidade necessita de  critérios específicos e deve ser estudada com calma e embasada em dados.

 

Porém, existem algumas dicas que podem ser aplicadas por qualquer empreendedor a respeito da localização de seu imóvel e que podem ajudar bastante em uma pré-seleção de opções:

 

1- Entenda a natureza do seu negócio.

Por mais que já tenha um negócio estabelecido, é importante entender: Quem é o seu cliente, o que ele compra, o que ele faz, que tipo de produtos leva junto com suas compras e quais os interesses dele. Criar uma persona pode ser uma boa opção para isso. Entender quem é seu cliente e saber os deus hábitos de consumo irão lhe ajudar a identificar as localidades mais cômodas numa cidade para seu público alvo. Saber isto é vital, visto que 80% das compras são planejadas no ponto de venda.

 

2- Pense mais na localização do que no estado do imóvel.

Imagine que tenhas duas escolhas de imóveis, uma loja no térreo de um prédio antigo em uma avenida, próximo de uma parada de ônibus em um bairro onde seu cliente alvo frequenta ou uma casa nova, construída para ser uma loja, em uma rua pacata de bairro. Por mais que a segunda opção seja mais barata para reforma e a casa seja, atualmente, mais bonita, ela está longe do seu público, e não tem grande visibilidade. Lembre-se, quem não é visto não é lembrado. Desta forma, vale mais a pena reformar um ponto antigo bem localizado, uma vez que a localização privilegiada pode reduzir gastos com ações de marketing para atrair o público para uma localização menos cômoda.

 

3- Dê preferência para calçadas largas.

Calçadas mais largas são muito boas, não somente para os clientes se sentirem mais confortáveis e seguros, mas também para comunicação do varejista (tendo espaço para totens, placas e uso de estratégias efêmeras com produtos da loja). Pedestres se sentem mais motivados a parar e olhar as vitrines, uma vez que não estão atrapalhando a circulação de ninguém.

 

4- Tráfego intenso e congestionamentos podem ser bons

Ninguém gosta de congestionamento, certamente um ponto comercial em uma rua que congestiona periodicamente seja algo ruim, correto? Não necessariamente. Pense: se uma via está congestionada, é certamente o caminho mas óbvio para um grande número de pessoas. Logo, estar em uma rota central para boa parte da população de uma cidade é ótimo não somente para praticidade, mas sobretudo, para exposição de sua marca (uma avenida movimentada faz de sua loja o outdoor de sua marca).

 

5- Valorize a arquitetura do seu ponto.

Como já dito, a sua loja pode ser o outdoor de sua marca. Então ter uma arquitetura clara e condizente com seu posicionamento é vital. Fazer uma fachada atrativa, uma vitrine bem elaborada e uma área interna lógica que distribua bem seus produtos da melhor forma é algo que deve ser buscado pelo empreendedor. Sabia que uma loja bem organizada internamente pode vender até 17% a mais? Então não veja a arquitetura e o visual merchandising como algo meramente estético, além de atrair mais clientes, pode também aumentar seu ticket médio.

 

6- Inove

Lembram da preferência por calçadas mais largas? Então, elas também são boas para poder inovar e atrair clientes à suas lojas. Um passeio largo pode propiciar mesas na calçada, gôndolas móveis com exposição de produtos nas calçadas ou até mesmo espaços de estar e convívio como parklets. Atividades que atraem a atenção dos pedestres podem fazê-los reduzir a sua velocidade em até 20%, podendo prestar mais atenção à sua loja.

 

Com estas 6 dicas, a pré seleção de um imóvel pode ficar mais fácil. Mas lembrem, a ajuda de um especialista pode agilizar este processo e potencializar seus rendimentos.

 

Arq. Francisco Maraschim Zancan

Diretor Space Hunters Brasil, Sócio do Empreendedorismo para Arquitetos e professor de Visual Merchandising na 4ED School em Porto Alegre

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Em Destaque

FT17 - Space Hunters palestra e é campeã de competição de startups!

October 31, 2017

1/4
Please reload

Posts Recentes
Please reload

Arquivo
Please reload

Procurar por tags

I'm busy working on my blog posts. Watch this space!

Please reload

Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square